STAKING e YIELD FARMING EM FINANÇAS DESCENTRALIZADAS (DEFI). by Liliam

Quando você ouve falar em Staking e Farming dá um nó na sua cabeça? Fica em dúvida sobre esse assunto sempre que assiste um vídeo no YouTube, participa de grupos no Telegram e outras redes sociais e, ainda sim, não sabe exatamente seus significados e diferenças?. Esse texto tem como principal objetivo esclarecer conceitos e diferenças para que você possa entender de uma vez por todas. Em uma linguagem simples e concisa, Stake é o ato de manter criptomoedas bloqueadas em uma rede para receber recompensas. Você pode pensar como uma possibilidade de mineração, porém com menos recursos. A mineração pode ser feita diretamente na carteira, Trust Wallet, MetaMask e outras, ou em corretoras – conforme a disponibilidade desse serviço. A corretora Binance, por exemplo, permite ao investidor ganhar recompensas de forma descomplicada – tudo o que você precisa fazer é deixar suas moedas bloqueadas por um determinado tempo na corretora. O tempo de bloqueio varia de corretora para corretora. Deixar suas criptomoedas em Staking é a maneira mais simples de obter renda passiva, pois você recebe taxa de juros pelo período em que estiver bloqueada. Logo, o Stake pode ser feito diretamente na sua carteira ou em corretoras. Quanto maior a quantidade de criptos, maior será a taxa de juros recebida. O Yield Farming, por sua vez, significa “produção agrícola” – uma inovação das DeFi’s (Finanças Descentralizadas). É um tipo de empréstimo dos seus fundos a outras pessoas através de smart contracts (contratos inteligentes), feito por meio de programas de computador. Dessa forma, os farmers/investidores maximizam seus ganhos com as DeFi’s. Diferentemente do Staking, os “Yield Farmers” valem-se de estratégias bem mais complicadas. Por exemplo, ao fazer farming, suas criptos são movidas o tempo todo entre diferentes mercados de empréstimos, sempre com objetivo de potencializar seus ganhos. Portanto, há sempre uma competição entre os farmers para cultivar as “melhores safras”. Para concluir, podemos entender o Staking como uma “poupança cripto”, que ajuda a garantir a segurança da rede, pois é como se estivesse investindo em uma rede específica, ou seja, as taxas são divididas entre mais investidores, não vão diretamente para você. E o Farming pode ser entendido como um empréstimo, pois permite que você ganhe juros de forma passiva ao emprestar seus ativos, a fim de ajudar na liquidez em plataformas de negociação. Ambas as estratégias ajudam você a receber renda passiva. A seguir um video mostrando na prática :

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *